top of page

sex., 01 de dez.

|

Evento online

Economist Impact - O Futuro do Tratamento do Câncer: Sustentabilidade, Acesso e Inovação Acelerados no Brasil

O registro está fechado
Ver outros eventos
Economist Impact - O Futuro do Tratamento do Câncer: Sustentabilidade, Acesso e Inovação Acelerados no Brasil
Economist Impact - O Futuro do Tratamento do Câncer: Sustentabilidade, Acesso e Inovação Acelerados no Brasil

Horário e local

01 de dez. de 2023, 09:00 BRT

Evento online

Sobre o evento

A Economist Impact pesquisou os fatores que podem ajudar a desenvolver cuidados oncológicos robustos e sustentáveis, para que os países possam satisfazer a procura nos próximos anos. “O futuro do tratamento do câncer: sustentabilidade, acesso e inovação acelerados no Brasil” é um evento virtual patrocinado pela BeiGene. Este evento irá partilhar as principais conclusões do relatório e avaliar o que impede e permite o tratamento sustentável do câncer. Ao explorar intervenções para ajudar os países a melhorar a eficiência, o acesso e os resultados, a discussão visa estimular o debate político e ajudar as partes interessadas a implementar reformas eficazes.

O câncer é a segunda causa de morte mais comum no Brasil. A Organização Mundial da Saúde (OMS) prevê que os novos casos de câncer aumentarão 68% até 2040 e que as mortes chegarão a 470 mil – um aumento de 81% em comparação com 2020. A população do Brasil, a sétima maior do mundo, está a envelhecer rapidamente. Dados das Nações Unidas mostram que quase 37% de sua população terá 65 anos ou mais até 2050. Sendo a idade um importante fator de risco para o câncer, a pressão sobre o sistema de saúde e a economia do Brasil piorará se o país não conseguir melhorar a eficiência, o acesso e resultados.

Os pontos de discussão incluem:

  • Quais mudanças, lacunas e desafios de oferta e demanda mais afetam a continuidade do tratamento do câncer no Brasil?
  • Quais são os facilitadores do tratamento sustentável do câncer e o que devem as partes interessadas dar prioridade para satisfazer a procura de amanhã?
  • Quais são as barreiras à reforma e como podem ser ultrapassadas?
  • Quem é responsável por definir prioridades e monitorar a implementação?
  • Como pode uma mudança de abordagens curativas de curto prazo para estratégias preventivas de longo prazo reduzir a incidência de câncer?
  • Que estudos de caso e intervenções inovadoras demonstram avanços específicos de cada país neste espaço?
  • Como podem os governos equilibrar prioridades nacionais concorrentes para garantir que o Brasil esteja bem posicionado para gerir o aumento da carga do câncer nos próximos anos?
  • Como o Brasil pode fazer uso de parcerias público-privadas para fortalecer a infraestrutura de tratamento do câncer e cumprir as metas de desenvolvimento sustentável em todo o ecossistema de saúde?

Painelistas

  • Robert Jenkins, Diretor Global de Educação, UNICEF
  • Santusa Pereira Santana, Especialista em Atendimento à Pessoa, Sistema Único de Saúde (SUS)
  • Alcir Santos Neto, Analista de Saúde Pública, Economist Impact
  • Nelson Teich, Ex-Ministro da Saúde do Brasil
  • Marlene Oliveira, Fundadora e Presidente, Instituto Lado a Lado pela Vida
  • Carlos Gil Ferreira, Presidente, Instituto Oncoclínicas

Inscreva-se aqui.

Compartilhe esse evento

bottom of page