• FórumDCNTs

CCNTs/DCNTs exacerbadas no pós-COVID e COVID-longa

Em vídeo recém publicado pela OMS, sintomas de COVID-longa são explicados, assim como os achados em relação ao aumento de CCNTs/DCNTs e suas intercorrências no período pós-COVID. A COVID-longa, definida como presença de sintomas 3 meses após a COVID e com persistência mínima de 2 meses, tem como os três principais sintomas - apenas um deles pode estar presente - fadiga, falta de ar e disfunção cognitiva (dificuldade de atenção, concentração, sono, memória, etc). Assista abaixo.

A OMS chama, ainda, a atenção para o aumento da incidência de infartos e AVCs em pessoas que tiveram COVD-19, em comparação com pessoas que não tiveram a doença (acesse a referência aqui, comentário da pesquisa aqui). Outros estudos também evidenciam potencial aumento na incidência de diabetes, condições mentais e neurológicas no pós-COVID.


Com esses achados, será imprescindível que os sistemas de saúde se antecipem para diagnóstico e tratamento precoce, especialmente daqueles que tiveram COVID-19, a fim de reduzir riscos de complicações muito mais custosas que seus custos de prevenção primária, secundária ou terciária.