Buscar

DCNTs e COVID-19: construindo um futuro melhor

Atualizado: Jul 23

No dia 18 de julho o Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgou algumas orientações à respeito das doenças crônicas não transmissíveis (DCNTs) e a COVID-19 na newsletter da OMS.


Segundo ele:


"A COVID-19 tem um grande impacto nas populações, principalmente em pessoas vivendo com doenças crônicas não transmissíveis. As pessoas que vivem com DCNTs são mais vulneráveis ​​ao COVID-19, mesmo que a pandemia tenha dificultado o acesso à sua condição subjacente. Nossos sistemas de saúde lutam para lidar com uma emergência e, ao mesmo tempo, respondem de maneira eficaz e equitativa às necessidades de cuidados de saúde das pessoas que vivem com DCNTs. Precisamos de uma mudança de paradigma para incluir a prevenção, triagem, diagnóstico precoce e tratamento adequado das DCNTs como parte da atenção primária à saúde para a cobertura universal de saúde.


Primeiro, devemos ter a voz das pessoas que vivem com as DCNTs na mesa ao tomar decisões que as impactem diretamente.

Segundo, os instrumentos financeiros globais existentes devem ser estendidos aos países de baixa renda que solicitam apoio às DCNTs.

Terceiro, é preciso ter diálogos construtivos e parcerias com o setor privado. Não podemos voltar aos mesmos modelos de sistema de saúde que falharam na maioria das pessoas que vivem com DCNTs. Precisamos reconstruir melhor. "


Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, Diretor-Geral da Organização Mundial da Saúde.

No dia 13 de julho, a OMS, a Aliança NCD e o Ministério das Relações Exteriores de Norweigan realizaram um evento para discutir os impactos das DCNTs e da COVID-19 na saúde.


Apoiando o evento, o Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus falou da necessidade de aprender com a pandemia e reconstruir melhor, com modelos de sistemas de saúde que vinculam as DCNTs à cobertura universal de saúde.


Você pode ler o discurso acima ou assistir ao vídeo do evento.

0 visualização

Assine nossa newsletter e fique por dentro!

  • Twitter
  • Facebook
  • YouTube