top of page
  • Foto do escritorFórumDCNTs

Doença Renal Crônica: Como Desativar Essa Bomba-relógio? - 08/12 às 16h00


Objetivos:
  • Entender os riscos a nível pessoal e populacional do diagnóstico tardio da Doença Renal Crônica (DRC), além daquele relativo à sustentabilidade do sistema de saúde.

  • Identificar desafios e conhecer recomendações, PCDTs e programas efetivos para prevenir, rastrear, diagnosticar e tratar oportunamente essa perigosa doença, reduzindo a necessidade de hemodiálise, transplantes e mortes prematuras.

  • Engajar os setores público, privado e terceiro setor, com destaque àquelas instituições de diabetes, hipertensão e outros fatores de risco para DRC, para esforços intersetoriais que permitam reduzir custos e preservar vidas de pessoas com ou em risco de desenvolver DRC.


Agenda:

16h00-16h15 – Abertura e Contextualização (Moderação: Patrícia de Luca, FórumDCNTs | AHF) (Vídeo)

  • Maria de Lourdes (Fenapar) (Vídeo)

16h20-16h25 – Prevalência de casos diagnosticados e não diagnosticados da Doença Renal Crônica, e os desafios que impõe para que o Brasil atinja o ODS 3.4 (Alexandra Dias, UFMG) (Vídeo)


16h30-16h35 – Por que a atual preocupação internacional com a Doença Renal Crônica, com lançamento do policybrief IDF-ISN? O Brasil também precisa se preocupar? (Roberto Pecoits-Filho, ISN) (Vídeo)


16h40-16h45 – Qual a importância de programas na Atenção Primária, a exemplo do HEARTS e do Cuidando de Todos, para prevenção, rastreio, diagnóstico e tratamento oportunos para a Doença Renal Crônica? (Frida Plavnik, SBH) (Vídeo)


16h50-17h00 – Qual estratégia melhoraria prevenção e desfechos da Doença Renal Crônica? Como acelerar sua implementação? (Patrícia Abreu, SBN) (Vídeo)


17h05-17h45 – Debate: como os setores público, privado e terceiro setor podem unir esforços para implementar as mais atuais recomendações e PCDTs e, com isso, melhorar o cenário da doença renal crônica no país? – (Moderação: Patrícia de Luca, FórumDCNTs | AHF) (Vídeo)


Painelistas e Moderador

Alexandra Dias, MSc, PhD

(UFMG)

Doutora e Mestre em Saúde e Enfermagem pela Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais (EEUFMG). Pesquisadora do Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas em Epidemiologia (NIEPE). Atuou como enfermeira no Programa de Saúde da Família e como Gerente de Projetos no município de Ibirité (Minas Gerais). Foi Pesquisadora do Centro Colaborador para o Ministério da Saúde em Belo Horizonte. Colaboradora do Departamento de Educação da Sociedade Brasileira de Diabetes. Atualmente é Professora Adjunta no Departamento de Enfermagem Materno-Infantil e Saúde Pública da EEUFMG e Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da EEUFMG.


Frida Plavnik, MD, MSc, PhD

(SBH)

Médica Nefrologista pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Mestre e Doutora em Nefrologia pela mesma instituição. Especialista em Nefrologia pela Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN). Atuou como Professora na Universidade Nove de Julho (UNINOVE) e Professora Afiliada na UNIFESP. Vasta experiência na condução de estudos clínicos e elaboração de materiais educacionais para o setor privado. Atualmente é Vice-Presidente da Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH).


Maria de Lourdes

(FENAPAR)

Graduada em Letras pela Universidade Católica de Goiás (UCG) e Pós-graduada em Psicopedagogia pela mesma instituição. Atuou como Vereadora do município de Trindade por dois mandatos. É Fundadora e Presidente da Associação dos Renais Crônicos e transplantados de Trindade (ACTRIN). Atualmente é Presidente da Federação Nacional das Associações de Pacientes Renais do Brasil (FENAPAR).


Patrícia Abreu, MD, MSc, PhD

(SBN)

Médica Nefrologista pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Mestre e Doutora em Nefrologia pela mesma instituição. Especialista em Nefrologia pala Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN). Contribuiu para diversas publicações científicas na área. Foi vice-presidente da Associação Brasileira de Centros de diálise e transplante. Atua como Consultora na Clínica de Medicina Interna e Nefrologia KIDNEY DISEASE | IMPROVING GLOBAL OUTCOMES, além de ser Preceptora na Residência Médica em Nefrologia da Unifesp. Atualmente é Tesoureira da SBN.


Roberto Pecoits-Filho, MD, PhD

(ISN)

Médico Nefrologista pela Universidade do Missouri. Doutor em Nefrologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), com Pós-doutorado pelo Instituto Karolinska (Suécia). Atuou como Diretor do Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde e Coordenador do Internato em Nefrologia na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR). Foi Vice-presidente da Sociedade Latino Americana de Nefrologia e Hipertensão e Diretor Científico da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN). É membro do Comitê Executivo da SONG, uma iniciativa para a padronização de desfechos clínico em Nefrologia. Atualmente é Professor Titular da Escola de Medicina da PUC-PR e Conselheiro da Sociedade Internacional de Nefrologia (ISN) e Membro do Comitê Executivo da ISN.


Rodrigo Cariri, MD, MSc, PhD

(SAES - Ministério da Saúde)

Médico de Família e Comunidade pela Escola de Saúde Pública do Rio Grande do Sul, Mestre em Saúde Coletiva pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Doutor em Saúde Coletiva pela IAM/FIOCRUZ, com Especialização em Gestão da Clínica nas Redes de Atenção e Processos Educacionais pelo Hospital Sírio-Libanês. Atua como Professor Adjunto no Centro de Ciências Médicas da UFPE. Prestou Acompanhamento e Assessoria à Política Nacional de Especialidades no SUS. Atualmente é Coordenador Geral de Atenção Especializada na Secretaria de Atenção Especializada (SAES) do Ministério da saúde.


Patrícia de Luca, MSc

(FórumDCNTs | AHF)

Mestre em Ciências pela Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo (EEEF-USP), Bacharel e Licenciatura em Educação Física pela mesma instituição. Experiência em prescrição de exercício, pesquisa, ética educação em saúde e advocacy, com ênfase em doenças cardiovasculares, diabetes e obesidade. Atuou voluntariamente na ADJ Diabetes Brasil por mais de 10 anos, e no Comitê de Ética da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP por 8 anos. Co-fundadora do Grupo de Advocacy em Cardiovascular (GAC). Co-fundadora e membro da Comissão Organizadora do Fórum Intersetorial para Combate às DCNTs no Brasil (FórumDCNTs). Ex-presidente e atual Diretora Executiva da Associação Brasileira de Hipercolesterolemia Familiar (AHF).


Parceiros Institucionais

Parceiro Coorporativo





Comments


bottom of page