Buscar

HLM da ONU sobre DCNTs: reflexões e conclusões (NCD Alliance)

Por Lucas Xavier


O balanço da Reunião de Alto Nível sobre DCNTs durante a Assembléia Geral da ONU, no dia 27 setembro, foi, em geral positivo. Apesar disso, vale a pena identificar o que ficou faltando ou aquém do esperado.

Pontos Positivos:


  • Um total de 23 Chefes de Estado e de Governo falaram durante as sessões plenárias da Reunião de Alto Nível sobre DCNTs (HLM). Embora seja decepcionante, dado que 59 indicaram que iriam comparecer, muitos desistiram depois de terem sido informados de que não poderiam falar, pois não havia tempo suficiente nos segmentos plenários para acomodar todos os oradores interessados. 55 Ministros da Saúde também compareceram e falaram no plenário (assista à fala do ministro do Brasil).

  • Muitos Estados Membros frequentemente se referiram à necessidade de ouvir as vozes e envolver as pessoas que vivem com DCNTs em suas respostas nacionais às DCNTs.

  • A iniciativa NCD Countdown 2030 foi referenciada por vários oradores de alto nível, incluindo a Princesa Dina Mired da Jordânia e Saia Ma'u Piukala, Ministro da Saúde de Tonga e Sania Nishtar.

  • A sociedade civil das DCNTs foi mobilizada, responsiva e envolvida. A energia era palpável e certamente continuará em 2019, à frente na HLM da ONU, que terá como tema a cobertura universal à saúde (UHC).

  • A campanha #ENOUGHncds, da NCDA, alcançou mais de 4,5 milhões de pessoas, com 7.000 tweets.


1 visualização

Assine nossa newsletter e fique por dentro!

  • Twitter
  • Facebook
  • YouTube