top of page
  • Foto do escritorFórumDCNTs

FórumDCNTs marca presença no lançamento da Frente Parlamentar Mista do Diabetes

Evento aconteceu no Salão Negro da Câmara dos Deputados, em Brasília: reinstalação da FPM do Diabetes é liderada pela Deputada Federal Flavia Morais


Nessa quarta-feira (12) foi lançada a Frente Parlamentar Mista para Prevenção, Diagnóstico e Tratamento do Diabetes, de autoria da Deputada Federal Flávia Morais, com apoio de líderes, autoridades, senadores e deputados, incluindo os deputados federais Erika Kokay, Dr. Pedro Westphalen, Dr. Zacharias Calil. O evento ocorrido no Salão Negro da Câmara dos Deputados, em Brasília, com mais de 100 pessoas, destacou a relevância de se reinstalar a FPM do Diabetes para fortalecer as ações de prevenção e garantir atendimento de qualidade às pessoas com diabetes no país.

Membros do FórumDCNTs

O FórumDCNTs e seus membros marcaram presença nessa importante ocasião. Entre os objetivos da Frente Parlamentar estão modernizar a legislação, implementar políticas nacionais de prevenção e garantir tratamento adequado a quem tem a condição.


Entre os diversos especialistas e vozes que fazem a diferença no assunto, Jaqueline Correia, presidente do Instituto Diabetes Brasil (IDB), enfatizou o risco da falta dos análogos de insulina de ação rápida a partir de maio deste ano, problema que afetará diretamente centenas de milhares de pessoas com diabetes (leia aqui ofício enviado à Ministra da Saúde sobre esse assunto). Outro ponto destacado pelos oradores foi a burocracia no recebimento de medicamentos e demais insumos, que por vezes deixa a pessoa com diabetes sem acesso aos medicamentos que necessita para viver.

Deputada Federal Flávia Morais

A Coordenadora de Advocacy da ADJ Diabetes Brasil, Lúcia Xavier, citou durante o lançamento da Frente Parlamentar do Diabetes, dados do T1D Index para o Brasil, revelando que atualmente existem mais de 588 mil pessoas com diabetes tipo 1, mas que seriam mais de 823 mil se a qualidade dos cuidados e tratamento não tivesse levado a 235 mil mortes prematuras.



O Dr. Mark Barone, Coordenador Geral do FórumDCNTs, também marcou presença no evento e cumprimentou a reinstalação da FPM do Diabetes, além de divulgar o Grupo Temático (GT) de Diabetes, com ação contínua no FórumDCNTs.

Dr. Mark Barone, Coordenador geral do FórumDCNTs

Entre as ações nas quais este GT se engajou nos últimos anos estiveram a revisão do PCDT do Diabetes tipo 2 (Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas), assim como a manifestação para Manutenção das Insulinas Análogas de Ação Prolongada no SUS e o pedido de incorporação do inibidor de SGLT2 (iSGLT2) no SUS para pessoas com Diabetes Mellitus Tipo 2 (DM2).


Em seguida, o Dr. Mark Barone ressaltou a necessidade de implementação do pacote HEARTS da OMS/IDF no Brasil, especialmente seu módulo D (diabetes), com o objetivo de equipar a Atenção Primária à Saúde (APS) para melhorar os cuidados do diabetes no país.

Da esquerda para a direita: Dr. Mark Barone, Dra. Hermelinda Pedrosa, Dr. Zacharias Calil, Dr. Pedro Westphalen e Dr. Neuton Dornelas Gomes (Vice-Presidente da SBEM)

A redução da expectativa de vida para as pessoas com diabetes tipo 1 também foi levantada e gera preocupação pelos números apresentados. As pessoas com DM1 vivem em média 25 anos a menos do que pessoas sem essa condição, e os custos para cobrir as complicações podem chegar a um valor 29 vezes maior do que quando as complicações não estão presentes. Esse quadro leva ao desperdício de recursos que poderiam ser investidos na APS em prevenção e cuidados de qualidade.


Dra. Karla Melo, SBD

A Dra. Karla Melo, facilitadora do GT de Diabetes do FórumDCNTs e responsável pelo Departamento de Saúde Pública na Sociedade Brasileira de Diabetes, destacou a relevância da Educação em Diabetes para profissionais de saúde e para todos aqueles que vivem com a condição.


O diabetes ganha a visibilidade merecida e necessária a partir da Frente Parlamentar Mista para Prevenção, Diagnóstico e Tratamento do Diabetes. Os dados deixam clara a dimensão do desafio no Brasil: mais de 15 milhões de pessoas com diabetes e 18 milhões na faixa do pré-diabetes, de acordo com a Federação Internacional de Diabetes (IDF), o que equivale a um grupo maior que a soma das populações dos Estados da Bahia e do Rio de Janeiro. O FórumDCNTs reitera os cumprimentos à Deputada Federal Flávia Morais por seu compromisso em entender as necessidades e não medir esforços para o avanço em prioridades pela maior a qualidade de vida de pessoas com diabetes no Brasil.

Comments


bottom of page