• FórumDCNTs

World Heart Federation lança novas políticas para reduzir os impactos negativos da poluição do ar

No Dia Internacional do Ar Limpo para o céu azul, a World Heart Federation está lançando uma nova política com o objetivo de reduzir os impactos negativos da poluição do ar na saúde cardiovascular e geral das pessoas. A poluição do ar é um dos fatores de risco mais importantes para ataque cardíaco, acidente vascular cerebral, diabetes e doenças respiratórias, e a exposição à poluição do ar também tem sido associada ao aumento da vulnerabilidade às consequências mais graves do COVID-19. Em 2019, cerca de 6,7 milhões de mortes, ou 12% de todas as mortes em todo o mundo, foram atribuídas à poluição do ar externo ou doméstico. Quase metade dessas mortes foram devido a doenças cardíacas e derrames. O WHF Air Pollution Policy Brief, Clean Air, Smart Cities, Healthy Hearts, destaca a necessidade de políticas e investimentos que apoiem ​​a redução da poluição do ar em todos os níveis da sociedade, incluindo transportes mais limpos, casas com energia solar, regulamentação da energia, acesso a combustíveis e tecnologias limpas e melhor gestão de resíduos municipais, o que pode efetivamente reduzir as principais fontes de poluição do ar.


O documento fornece orientações práticas baseadas em evidências que podem ser adaptadas aos contextos locais, destacando os papéis diferentes, mas igualmente importantes, de médicos, sociedades científicas, fundações, grupos de pacientes e formuladores de políticas em nível local, nacional e global na redução dos impactos negativos na saúde da poluição do ar.


Também propõe medidas políticas viáveis ​​para mitigar o impacto mortal da poluição do ar e conclui com um conjunto de recomendações para as principais partes interessadas, com foco na colaboração intersetorial.