• FórumDCNTs

OMS define metas globais para reduzir o sódio da alimentação da população

O aumento da produção de alimentos ultraprocessados, a rápida urbanização e a mudança no estilo de vida estão transformando os padrões alimentares. Alimentos ultraprocessados ​​estão aumentando em disponibilidade e se tornando mais acessíveis. Pessoas em todo o mundo estão consumindo alimentos mais densos em energia e ricos em gorduras saturadas, gorduras trans, açúcares e sal.


A NCD HaAn estima que 11 milhões de mortes em todo o mundo estão associadas a uma alimentação pobre em nutrientes e três milhões dessas mortes são atribuíveis à alta ingestão de sódio. A ingestão excessiva de sódio na alimentação aumenta a pressão arterial e, consequentemente, aumenta o risco de doenças cardiovasculares, a principal causa de mortes por DCNT em todo o mundo.


Definir metas globais de sódio é um passo importante para impulsionar o progresso na redução de sódio. Publicado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) as metas globais definem os níveis de sódio que cada alimento deve ter. São 18 categorias principais de alimentos e subcategorias dentro de cada uma. Exemplos de categorias incluem: lanches salgados, confeitaria, barras energéticas, pratos prontos, alimentos de conveniência e outros. As metas estipuladas pela OMS destinam-se a complementar os esforços nacionais e regionais para definir metas globais de sódio. Espera-se que ajudem os países a definir políticas e atuem como base para um diálogo contínuo entre a OMS e o setor privado.


Leia o guia completo.


Fonte: https://www.who.int/news/item/05-05-2021-new-who-benchmarks-help-countries-reduce-salt-intake-and-save-lives