top of page
  • Foto do escritorFórumDCNTs

OMS lança relatório sobre literacia em saúde para a prevenção e controle de CCNTs

Vencer as condições/doenças crônicas não transmissíveis (CCNTs/DCNTs) é um desafio de literacia em saúde, que envolve orientação e educação às pessoas, comunidades e organizações sobre como prevenir e controlar CCNTs. Em 2016, na Declaração de Xangai, a Organização Mundial da Saúde (OMS) reconheceu a alfabetização em saúde como um determinante crítico da saúde e que deveria ser entendida como uma prática social em que as decisões sobre saúde, e o apoio disponível para mudar ou manter comportamentos saudáveis, ​​são determinados por culturas comunitárias únicas e por fatores organizacionais e políticos que afetam as comunidades.

Para apoiar os países e parceiros na construção de ambientes responsivos de alfabetização em saúde e intervenções em todos os países, setores e partes interessadas, a OMS lançou o Relatório final do Grupo de Trabalho Global GCM/NCD sobre educação em saúde e literacia em saúde para CCNTs. O relatório fornece novos insights sobre o que as pessoas sabem sobre CCNTs e seus fatores de risco, e apela para abordagens co-concebidas, em que as vozes das pessoas com CCNTs e daqueles que realizam as intervenções são incorporadas na concepção dos serviços.


O relatório é dividido em 04 volumes:

Em artigo publicado no dia 12 de dezembro na The Lancet, os autores buscam respostas para a seguinte questão: "Por que a literacia em saúde falha tanto?", e apontam que, não só a sociedade e organizações precisam adotar estratégias para enfrentar as CCNTs, como também os s formuladores de políticas precisam entender a literacia em saúde e como suas decisões afetarão diferentes populações. Clique aqui para ler.


Fonte: OMS

Comments


bottom of page