top of page
  • Foto do escritorFórumDCNTs

UGMH lança relatório sobre a situação crítica nos investimentos em Saúde Mental

A United for Global Mental Health (UGMH) anuncia o lançamento do relatório "Financiamento da Saúde Mental: a situação atual e os caminhos a seguir", que sublinha a necessidade crítica de investimento imediato e sustentado na saúde mental em todo o mundo. O presente material representa um avanço significativo no compromisso da UGMH de enfrentar os desafios financeiros prementes que envolvem a saúde mental.

Foto: Divulgação

As principais conclusões do relatório incluem:

  • A lacuna global anual no financiamento da saúde mental é de pelo menos US$ 200 bilhões (aproximadamente R$ 983 bilhões na cotação atual). A maioria dos países do mundo está longe de atingir, mesmo que modestas, as metas de financiamento da saúde mental.

  • A ajuda à saúde mental caiu um terço entre 2018 e 2021, de US$ 300 milhões (aproximadamente R$ 1,4 bilhão na cotação atual) para US$ 200 milhões de dólares (aproximadamente R$ 983 milhões na cotação atual), com os filantropos privados a representarem mais de metade da despesa total.

  • As agências governamentais de ajuda internacional devem afetar pelo menos 0,5% do seu financiamento global para o desenvolvimento da saúde a saúde mental e comprometer US$ 179 milhões (aproximadamente R$ 880 milhões na cotação atual) adicionais para serviços de saúde mental em países de baixo e médio rendimento.

  • Não existe uma definição universalmente acordada para a assistência ao desenvolvimento na saúde mental. É necessário desenvolver e acordar uma definição, e esta definição deve ser utilizada para reportar e analisar sistematicamente os fluxos de Ajuda ao Desenvolvimento para a Saúde Mental.

A necessidade de melhorar os cuidados de saúde mental nunca foi tão evidente. A saúde mental afeta indivíduos, famílias, locais de trabalho e comunidades inteiras. Ao compreender melhor os aspectos financeiros dos cuidados de saúde mental é possível trabalhar no sentido de criar serviços de saúde mental mais acessíveis, equitativos e eficazes.


Acesse o relatório completo aqui.


Comments


bottom of page