Buscar

Telessaúde no controle de Glicemia durante a Pandemia

Atualizado: Jun 22

O novo coronavírus tem direcionado muitos dos esforços para sua contenção e cuidados. Com isso, o monitoramento da glicemia nos pacientes em acompanhamento tem sido deixados em segundo plano. Para contornar o problema, iniciativas como o uso da telessaúde têm tido resultado positivos.


No projeto de "Implementação de telessaúde para pessoas com diabetes que vivem em zonas rurais", pesquisadores revelaram melhora nos níveis de hemoglobina glicada (HbA1c) graças ao teleatendimento.


O estudo apontou uma redução de 1,36% nos níveis de HBA1c após seis meses de atendimento. Indicando ainda que os pacientes mantiveram a melhora até 18 meses após o início do programa.


O ACDC (Advanced Comprehensive Diabetes Care) é uma intervenção de telessaúde de seis meses, que combina telemonitoramento com suporte de autogerenciamento baseado em módulos e gestão de medicamentos.


Em um estudo randomizado anterior os pesquisadores descobriram que o ACDC melhorou o autocuidado com HbA1c, pressão arterial e diabetes nas 50 pessoas que participaram.


Teste de Hemoglobina Glicada.

No Brasil foi realizado outro estudo utilizando um aplicativo para auxiliar na monitoração da glicemia, em que foi possível observar melhoria na HbA1c de pessoas com diabetes tipo 2.


A HbA1c média foi significativamente reduzida em 1,11% de uma média inicial de 8,5% para 7,39% no final do programa.

26 visualizações

Assine nossa newsletter e fique por dentro!

  • Twitter
  • Facebook
  • YouTube