top of page
  • Foto do escritorFórumDCNTs

Dados sobre a população com diabetes são publicados no Vigitel São Paulo

Mais de 3 milhões de adultos vivem com diabetes no Estado de São Paulo. Esse número faz parte do Vigitel SP 2021, apresentado pela Divisão de Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DVDCNT/CVE) da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, que também alerta para o baixo índice de exames de fundo de olho e exames dos pés para essa população, na qual mais de 2 milhões de pessoas não tiveram esse atendimento.

Foto: Freepik

No conjunto da população adulta, a frequência de pessoas com diabetes foi de 9,2%, sendo maior entre as mulheres (9,7%) do que nos homens (8,8%). Em ambos os sexos, a frequência aumentou com a idade e a maior foi no grupo de 0 a 8 anos de escolaridade. Nos números de pessoas que tiveram seus pés examinados há menos de um ano, apenas 22% afirmaram ter esse cuidado, número não muito diferente nos exames de fundo de olho no mesmo intervalo de tempo, apenas 32,2%.


Os números são do Vigitel (Vigilância de fatores de risco e de proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico no estado de São Paulo) SP 2021, intitulado “Estimativas sobre frequência e distribuição sociodemográfica de fatores de risco ou proteção na população com Diabetes em 2021", e elaborado pela Coordenação Estadual de Vigilância de DANT (CVigDANT) desta Divisão.


O diabetes mellitus (DM) é uma das causas de mortalidade prematura a ser monitorada pelos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e pelo Plano de Enfrentamento de DANT do Ministério da Saúde. No Estado de São Paulo, as taxas de mortalidade por DM são maiores que a do Brasil e a meta estabelecida para a redução da mortalidade prematura por DM não será alcançada até 2030, inclusive apresentando aumento no ano de 2020.


O que é o Vigitel?


O Vigitel é o inquérito telefônico sobre fatores de risco e de proteção para DCNTs e foi criado pelo Ministério da Saúde, sendo aplicado para a população das capitais do país desde 2006. A Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo vem reproduzindo o Vigitel no estado (Vigitel ESP) desde 2012, com mais três edições (2014, 2020 e 2021), disponibilizando estimativas para o estado e, por redes de regiões de atenção à saúde (RRAS), a partir de 2020.


Acesse o documento na íntegra:

VIGITEL DIABETES 2021
.pdf
Fazer download de PDF • 2.89MB

Fonte: Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo

Comentarios


bottom of page