top of page
  • Foto do escritorFórumDCNTs

Orientações FórumDCNTs: Consulta CONITEC sobre Rituximabe para tratamento oncológico - Até 22/05

Através da presente recomendação, o FórumDCNTs pretende mobilizar os parceiros e todas as pessoas físicas e entidades interessadas a contribuírem, até o dia 22/05, com a Consulta Pública CONITEC nº 15/2023 - Rituximabe associado à quimioterapia com fludarabina e ciclofosfamida para o tratamento de primeira linha da leucemia linfocítica crônica através do seguinte link: Consultas Públicas.

Foto: Freepik

A recomendação preliminar da CONITEC é favorável à incorporação do Rituximabe associado à quimioterapia com fludarabina e ciclofosfamida para o tratamento de primeira linha da leucemia linfocítica crônica.


O FórumDCNTs concorda com a recomendação preliminar da CONITEC, uma vez que se trata de uma tecnologia mais eficaz e custo-efetiva comparativamente ao atual tratamento com fludarabina e ciclofosfamida e que é utilizada há vários anos fora do Brasil para o tratamento de primeira linha da leucemia linfocítica crônica (LLC).


Segundo guidelines internacionais, a quimioimunoterapia com fludarabina, ciclofosfamida (FC) e rituximabe (R) é uma terapia de primeira linha para pessoas com LLC não tratada. O uso do rituximabe associado à fludarabina e ciclofosfamida (FCR) apresentou redução de 41% no risco de óbito ou progressão da doença, quando comparado ao grupo que recebeu fludarabina e ciclofosfamida (FC) (1). Em outro estudo, pessoas que receberam FCR tiveram risco 32% menor de óbito em relação aos que receberam FC (2)


Salientamos, no entanto, que é extremamente necessário considerar a incorporação de outros medicamentos como a associação de ibrutinibe e rituximabe, uma vez que estudos mais recentes mostram os benefícios desta combinação em comparação com a quimioimunoterapia com FCR, tanto na sobrevida livre de progressão da condição quanto na sobrevida global (3, 4). Também a associação de venetoclax e rituximabe no caso de LCC refratária e também idelalisibe e ibrutinibe em monoterapia (5, 6) são promissoras opções terapêuticas cuja incorporação deve ser considerada.


É ainda fundamental o desenvolvimento de um Protocolo Clínico e Diretriz Diagnóstica e Terapêutica (PCDT) para LLC em nosso país, para conseguirmos progredir na padronização do diagnóstico e tratamento desta condição.


O FórumDCNTs reafirma que a incorporação do Rituximabe associado à quimioterapia com fludarabina e ciclofosfamida para o tratamento de primeira linha da leucemia linfocítica crônica é muito importante para melhorar o tratamento das pessoas com LLC e esperamos que o parecer final seja favorável. Esperamos ainda que seja considerada a incorporação de outros medicamentos para o tratamento desta doença, conforme descrito acima.

Reiteramos que o FórumDCNTs convida todas as pessoas físicas e entidades interessadas a participarem nesta Consulta Pública, através dos links abaixo.


Para participar, é necessário acessar o link https://www.gov.br/conitec/pt-br/assuntos/participacao-social/consultas-publicas e fazer o login ou cadastro no site GOV.BR, seguindo as orientações.

Para contribuir com as suas opiniões e experiências sobre Rituximabe associado à quimioterapia com fludarabina e ciclofosfamida para o tratamento de primeira linha da leucemia linfocítica crônica, é necessário acessar o formulário de experiência e opinião: https://www.gov.br/participamaisbrasil/consulta-publica-conitec-sectics-n-15-2023-opiniao-rituximabe

Para apresentar uma contribuição técnica (evidências científicas e/ou clínicas, impacto econômico, outras contribuições), é necessário acessar o formulário técnico-científico: https://www.gov.br/participamaisbrasil/consulta-publica-conitec-sectics-n-15-2023-tecnico-cientifico-rituximabe


Referências

  1. Fischer K, Bahlo J, Fink AM, Goede V, Herling CD, Cramer P, et al. Long-term remissions after FCR chemoimmunotherapy in previously untreated patients with CLL: Updated results of the CLL8 trial. Blood. 2016;127(2):208–15.

  2. Hallek M, Fischer K, Fingerle-Rowson G, Fink AM, Busch R, Mayer J, et al. Addition of rituximab to fludarabine and cyclophosphamide in patients with chronic lymphocytic leukaemia: A randomised, open-label, phase 3 trial. The Lancet. 2010;376(9747):1164–74.

  3. Shanafelt TD, Wang XV, Kay NE, Hanson CA, O'Brien S, Barrientos J, Jelinek DF, Braggio E, et al.. Ibrutinib-Rituximab or Chemoimmunotherapy for Chronic Lymphocytic Leukemia. N Engl J Med. 2019 Aug 1;381(5):432-443. doi: 10.1056/NEJMoa1817073. PMID: 31365801; PMCID: PMC6908306.

  4. Shanafelt TD, Wang XV, Hanson CA, Paietta EM, O'Brien S, Barrientos J, Jelinek DF, Braggio E, et al.. Long-term outcomes for ibrutinib-rituximab and chemoimmunotherapy in CLL: updated results of the E1912 trial. Blood. 2022 Jul 14;140(2):112-120. doi: 10.1182/blood.2021014960.

  5. Kater AP, Wu JQ, Kipps T, Eichhorst B, Hillmen P, D'Rozario J, Assouline S, Owen C, et al.. Venetoclax Plus Rituximab in Relapsed Chronic Lymphocytic Leukemia: 4-Year Results and Evaluation of Impact of Genomic Complexity and Gene Mutations From the MURANO Phase III Study. J Clin Oncol. 2020 Dec 1;38(34):4042-4054. doi: 10.1200/JCO.20.00948. Epub 2020 Sep 28.

  6. Bravaccini S, Martinelli G, Cerchione C. What Influences the Choice of Ibrutinib-Rituximab vs Classic Chemoimmunotherapy for Chronic Lymphocytic Leukemia? Cell Transplant. 2020 Jan-Dec;29:963689720950209. doi: 10.1177/0963689720950209.

Comments


bottom of page