top of page

OMS lança duas pesquisas em português sobre estruturas de acolhimento de saúde para adolescentes - Até 1/6

A Organização Mundial da Saúde (OMS) lança duas pesquisas sobre estruturas de acolhimento de saúde para adolescentes em todo o mundo. O primeiro sobre competências essenciais em saúde e desenvolvimento de adolescentes para prestadores de cuidados primários, enquanto o segundo detalha sobre os Padrões Globais para Serviços de Saúde de Qualidade para Adolescentes. Ambas as consultas receberão contribuições até 01/06/2024.


Informando a segunda edição das competências essenciais em saúde e desenvolvimento de adolescentes para prestadores de cuidados primários (acesse aqui)


Foto: OMS

Como você pode ajudar?


O guia "Competências essenciais em saúde e desenvolvimento de adolescentes para prestadores de cuidados primários", foi atualizado para alinhá-lo com novas evidências e necessidades atuais na educação e formação profissional. Quer você esteja familiarizado com a primeira edição, ou seja novo nesta iniciativa, suas contribuições são essenciais. Ajude a identificar áreas de melhoria, sugerir abordagens inovadoras e propor novos materiais de referência participando da nossa pesquisa.


Quem pode participar da consulta?

  

Esta pesquisa foi projetada para buscar contribuições dos seguintes grupos de usuários finais:


  • Prestadores de cuidados de saúde que prestam cuidados a adolescentes, exclusivamente ou como parte da sua população de prática (por exemplo, pediatras, clínicos gerais, médicos de família, enfermeiros de família, enfermeiros escolares e médicos escolares e agentes comunitários de saúde).

  • Formuladores de políticas responsáveis ​​pelos serviços de saúde para adolescentes e crianças em idade escolar.

  • Os decisores políticos e o meio acadêmico responsáveis ​​pela educação e formação profissional na área da pediatria, medicina familiar, clínica geral, saúde comunitária, medicina do adolescente.

  • ONGs que atuam na área de saúde do adolescente.

  • Pesquisadores com experiência na área da pediatria, medicina do adolescente, cuidados de saúde primários e qualidade dos cuidados de saúde.

 

Quais são as competências essenciais em saúde e desenvolvimento de adolescentes para prestadores de cuidados primários?


As competências essenciais descritas no guia são competências, conhecimentos e atitudes essenciais que os prestadores de cuidados primários necessitam para enfrentar eficazmente os desafios únicos de saúde e desenvolvimento dos adolescentes. Essas competências são categorizadas em três domínios: Conceitos básicos em saúde e desenvolvimento do adolescente; Leis, políticas e padrões de qualidade; e Atendimento clínico a adolescentes com condições específicas. Sua contribuição pode ajudar a garantir que as competências listadas em cada domínio permaneçam relevantes e acionáveis, além de identificar novas competências, se necessário.


Por que a orientação foi desenvolvida?


O guia foi desenvolvido para atender à necessidade global de uma força de trabalho de saúde competente que possa prestar cuidados de qualidade aos adolescentes. O seu objetivo é ajudar os países a desenvolver e implementar programas educativos baseados em competências na saúde e no desenvolvimento dos adolescentes. Ao promover a capacidade dos prestadores de cuidados de saúde, o guia apoia a implementação dos Padrões Globais para Serviços de Saúde de Qualidade para Adolescentes.


Por que foi preciso atualizá-lo?


Desde o lançamento do guia, surgiram novos desafios de saúde, como as pandemias globais e as alterações climáticas, para os quais a força de trabalho deveria estar preparada para lidar. A compreensão da saúde e do bem-estar dos adolescentes evoluiu integrando domínios do bem-estar, como a educação e as competências, a agência e a resiliência, a ligação e os ambientes seguros e de apoio. A OMS publicou o Quadro Global de Competências e Resultados para Cobertura Universal de Saúde que orienta os esforços para melhorar a capacidade da força de trabalho. A atualização garantirá que as competências essenciais reflitam as evidências mais recentes, abordem as atuais preocupações de saúde e bem-estar e as lacunas de formação, incorporem novas metodologias educativas e se alinhem com o Quadro Global de Competências e Resultados para Cobertura Universal de Saúde para facilitar a implementação em todo o sistema. Ajudará também a garantir que as instituições responsáveis ​​pela educação e formação profissional da força de trabalho da saúde dos adolescentes beneficiem de aconselhamento de ponta.


Acesse a edição atual


Se desejar, você pode acessar a edição atual aqui. No entanto, a pesquisa foi elaborada de forma que você possa contribuir sem conhecimento prévio da primeira edição das competências essenciais para cuidados de saúde do adolescente.

 

O prazo para envio de seus comentários é 1º de junho de 2024.


Contato


Caso tenha dificuldades técnicas com o formulário online, envie um email para aa-ha@who.int com o assunto "Informando a segunda edição das Competências Essenciais em saúde e desenvolvimento do adolescente para prestadores de cuidados primários".


 

Informando a segunda edição dos Padrões Globais para Serviços de Saúde de Qualidade para Adolescentes (acesse aqui)


Foto: OMS

Como você pode ajudar?


OMS está em busca de atualizar os "Padrões Globais para Serviços de Saúde de Qualidade para Adolescentes" para alinhá-los com novas evidências e com o cenário atual de cuidados de saúde. Seus insights e experiência exclusivos neste campo são inestimáveis ​​para nós. Quer você esteja familiarizado com a primeira edição, ou seja novo nesta iniciativa, suas contribuições são essenciais. Ajude a identificar áreas de melhoria, sugerir abordagens inovadoras e propor novos materiais de referência participando da pesquisa.


Quem pode participar da consulta?


Esta pesquisa foi projetada para buscar contribuições dos seguintes grupos de usuários finais:


  • Adolescentes (de 10 a 19 anos).

  • Prestadores de cuidados de saúde que prestam cuidados a adolescentes, exclusivamente ou como parte da sua população de prática (por exemplo, pediatras, clínicos gerais, médicos de família, enfermeiros de família, enfermeiros escolares e médicos escolares e agentes comunitários de saúde).

  • Administradores de cuidados de saúde, gestores de instalações.

  • Formuladores de políticas responsáveis ​​pelos serviços de saúde para adolescentes e crianças em idade escolar.

  • ONGs que atuam na área de saúde do adolescente.

  • Pesquisadores e acadêmicos com experiência na área de cuidados de saúde responsivos aos adolescentes.

 

Quais são os padrões globais para serviços de saúde de qualidade para adolescentes?


Os oito padrões globais definem o nível exigido de qualidade na prestação de serviços para adolescentes no nível de atenção primária, cada um refletindo uma faceta importante de serviços de qualidade:


  1. Alfabetização em Saúde dos Adolescentes;

  2. Apoio Comunitário;

  3. Pacote Apropriado de Serviços;

  4. Competências dos provedores;

  5. Características das instalações;

  6. Equidade e não discriminação;

  7. Melhoria dos dados e da qualidade;

  8. Participação dos adolescentes.


Seu feedback ajudará a refinar esses padrões para melhor atender às necessidades atuais e em evolução dos adolescentes.


Por que a orientação foi desenvolvida?


Os padrões foram desenvolvidos para orientar os prestadores de cuidados de saúde e as instalações na prestação de serviços que atendam às necessidades específicas dos adolescentes. O objetivo é melhorar a qualidade geral e a acessibilidade dos cuidados de saúde para esta faixa etária, alinhando-se com os esforços globais para garantir que todos os adolescentes recebam os cuidados de que necessitam para prosperar.


Por que foi preciso atualizá-lo?


O panorama dos cuidados de saúde está em constante evolução e novos desafios e oportunidades continuam a surgir. Ao atualizar estes padrões, é garantido que permanecem relevantes, reflitam as pesquisas e práticas mais recentes e abordam problemas de saúde contemporâneos e barreiras sistêmicas que afetam os adolescentes. A sua contribuição será crucial para garantir que as normas atualizadas sejam abrangentes e voltadas para o futuro.


Acesse a edição atual


Se desejar, você pode acessar a edição atual aqui. No entanto, a pesquisa foi elaborada de forma que você possa contribuir sem conhecimento prévio da primeira edição das competências essenciais para cuidados de saúde do adolescente.


O prazo para envio de seus comentários é 1º de junho de 2024.


Contato


Caso tenha dificuldades técnicas com o formulário online, envie um e-mail para aa-ha@who.int com o assunto "Informando a segunda edição dos Padrões Globais para Serviços de Saúde de Qualidade para Adolescentes".


Comments


bottom of page