• FórumDCNTs

Ampliada faixa etária das vacinas contra HPV e meningite

FórumDCNTs foi uma das muitas entidades que reivindicava esta ampliação junto ao Ministério da Saúde.


O Ministério da Saúde ampliou a faixa etária do público-alvo das vacinas HPV quadrivalente (contra o papilomavírus humano) e meningocócica ACWY (contra meningite). O anúncio foi feito durante a cerimônia de abertura da XXIV Jornada Nacional de Imunizações realizada em setembro, em São Paulo, pela Sociedade Brasileira de Imunizações (SBim), que contou com a participação do Coordenador Geral do FórumDCNTs, Dr. Mark Barone. A partir de agora, meninos de 9 e 10 anos também podem ser vacinados contra o HPV. Dessa forma, passam a ter acesso gratuito à vacina os meninos e meninas de 9 a 14 anos, além de pessoas com câncer, convivendo com HIV/Aids, transplantados de órgãos sólidos ou medula óssea. Assista ao pronunciamento feito durante o evento:


Além disso, a oferta da dose de reforço da vacina meningocócica ACWY será estendida de forma temporária, até junho de 2023, para adolescentes de 13 e 14 anos. Atualmente, a vacina é oferecida na rotina para os jovens de 11 e 12 anos. De acordo com o comunicado encaminhado aos coordenadores estaduais de imunização, a medida tem como objetivos aumentar a proteção contra os sorogrupos e otimizar o uso das doses disponíveis, em virtude do baixo consumo nos últimos anos.


A ampliação da faixa etária dos adolescentes foi comemorada pelos membros do FórumDCNTs, que vinha insistindo há anos para que o Ministério da Saúde tomasse essa decisão. Em janeiro, o FórumDCNTs enviou uma Carta Anual de Prioridades ao Ministério da Saúde do Brasil e às autoridades e lideranças dos setores público (secretários/as estaduais, municipais e deputados/as), privado e terceiro setor, e em julho encaminhou um novo documento, o Call to Action de Cobertura Vacinal. Ambos os documentos destacam a importância da vacinação para as pessoas com Condições/Doenças Crônicas Não Transmissíveis (CCNTs/DCNTs).


Clique aqui para ler o comunicado do Ministério da Saúde sobre ampliação da faixa etária das vacinas.


Fonte: SBim