• FórumDCNTs

Projeto vai melhorar o tratamento de crianças e adolescentes com DM1 em Vitória da Conquista

A Universidade Federal da Bahia (UFBA), em parceria com as Secretarias Municipais de Saúde, Educação e Desenvolvimento Social de Vitória da Conquista (BA), lançou no dia 1º de setembro o Projeto Incandescent – Intervenções para melhorar a hemoglobina glicada de crianças e adolescentes de 5 a 18 anos que convivem com diabetes tipo 1 (DM1).


Financiado pela Life for a Child, instituição australiana sem fins lucrativos, o Projeto Incandescent pretende atingir 120 crianças e adolescentes que recebem medicamentos e insumos para tratar o diabetes nas Farmácias da Família I e II do município, e que aceitarem, juntamente com os seus responsáveis, participar livremente do estudo. “A meta desse projeto é fazer com que 70% desses pacientes estejam com a doença controlada e recebam conhecimentos necessários para que possam gerir suas vidas com autonomia e qualidade”, afirmou o coordenador do projeto e professor da UFBA, Dr. Márcio Galvão, que integra a comissão consultiva do FórumDCNTs.

No evento de lançamento do projeto, a secretária municipal de saúde de Vitória da Conquista, Ramona Cerqueira, afirmou que a parceria com a UFBA é consolidada e já rendeu experiências muito positivas com o Health Rise, um projeto voltado para os adultos com diabetes. “Agora chega esse projeto para as nossas crianças e adolescentes que certamente também nos trará bons frutos, baseado em evidências e ciência. Acredito nessa intersetorialidade, porque ninguém caminha só. Então, vamos unir forças com a educação nas escolas e com o desenvolvimento social, trabalhando com as vulnerabilidades, para mudar a vida dessas pessoas”, destacou.


Para a participação de crianças e adolescentes DM1 no projeto é necessário buscar a Farmácia da Família, ser residente de Vitória da Conquista, apresentar o cartão SUS e a prescrição médica atualizados. Todos serão acompanhados pelo período de um ano, com consultas clínicas a cada três meses para orientações, feitas por equipe multiprofissional – enfermeiros, farmacêuticos, nutricionistas – que farão continuamente o exame de hemoglobina glicada.


Fonte: Portal da Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista