Assine nossa newsletter e fique por dentro!

  • Twitter
  • Facebook
  • YouTube
Buscar

6º Encontro do Fórum Intersetorial para Combate às DCNTs no Brasil

Atualizado: há 17 horas


29 de abril de 2020, em plataforma Online.


EM CONSTRUÇÃO


Objetivos

  1. Compreender cenário internacional, identificar desafios comuns e aprender com cases de sucesso;

  2. Atualizar participantes sobre plano nacional de enfrentamento às DCNTs no Brasil e entender como prioridades da carta produzida pelo 5º Encontro do FórumDCNTs foram estão contempladas nesse plano;

  3. Alinhar-se com o poder público em politicas e ações efetivas no combate às DCNTs no Brasil;

  4. Valorizar a perspectiva multi-stakeholder, em especial da pessoa com DCNT, para a construção, monitoramento e melhoria de políticas e programas para enfrentamento às DCNTs;

  5. Facilitar o progresso dos Grupos de Temáticos por meio de oportunidades de debate, planejamento conjunto e formação de novas parcerias.


AGENDA

7h30-7h50 - Entrada na Plataforma Online


8h00-8h30 - Mesa de Abertura (Eduardo Marques Macário, SVS-MS; Johannes Boch, Novartis Foundation; José Otávio Corrêa, Abbott; Katia de Pinho Campos, OPAS/OMS; Mark Barone, FórumDCNTs)


8h30-8h45 - Apresentação de todos os presentes (Patrícia de Luca, AHF)


8h45-9h00 - Em quais aspectos o Ministério da Saúde tem conseguido avançar mais ou encontrado mais dificuldades para o combate às DCNTs - Eduardo Marques Macário (SVS-MS)


9h00-10h30 - Painel 1 – Desafios e Estratégias Intersetoriais Globais para se atingir o ODS 3.4 (em inglês) (moderação: Maria de Fátima Marinho, Vital Strategies)

  • 9h05-9h20 - Ann Aerts (Novartis Foundation) - Por que hipertensão e como parcerias multistakeholder estão mudando o cenário?

  • 9h20-9h35 - Principais desafios para se atingir o ODS 3.4 e melhores estratégias de prevenção

  • 9h40-9h55 - Edson Araújo (The World Bank) - Principais desafios para se atingir o ODS 3.4 e melhores estratégias de acesso e cuidados

  • 9h55-10h30 - debate


10h30-10h45 - Intervalo*


10h50-11h30 - Pitches dos Grupos Temáticos (moderação: Ricardo Lauricella, Turma do Bem)


  • Alimentação Saudável (pitcher: Marília Sobral Albiero, ACT Promoção da Saúde - membros: Luisa Haddad, Pé de Feijão)

  • DCNTs em Crianças

  • Diabetes (membros: Balduino Tschiedel, ICD; Fadlo Fraige Filho, ANAD/FENAD/IDF-SACA; Lucas Xavier de Oliveira, LEAD-EEUSP/YLD-IDF; Márcio Galvão Oliveira, UFBA; Ronaldo Pineda Wieselberg, ADJ/YLD-IDF)

  • Doença Cardiovascular (pitcher: Katia de Pinho Campos, OPAS/OMS - membros: Antônio Ribeiro, UFMG; Frida Plavnik, SBH; Patricia Vieira de Luca, AHF; Sheila Martins, Rede Brasil AVC/WSO; Yara Baxter, Novartis Foundation)

  • Obesidade (pitcher: Bruno Halpern, ABESO - membros: Pedro Baumgratz de Paula, Vital Strategies)

  • Saúde Mental e Neurológica (membros: Antônio Carlos Braga, CVV; Eduardo Caminada, Viva com Epilepsia; Soraya Carvalho, ABEPS)

  • Todos Juntos Contra o Câncer (pitcher: Tiago Cepas Lobo, Abrale)


11h35-12h35 - Salas virtuais dividias por grupo


12h35-13h25 - Intervalo para Almoço


13h30-14h30 - Painel 2 - Desafios e importância das parcerias para combate às DCNTs no Brasil, perspectiva de diferentes stakeholders (moderação: Wellington Nogueira, Empreendedor Social)

  • Deborah Malta (UFMG)

  • José Otávio Corrêa (Abbott)

  • Lívia de Almeida Faller (SAPS-MS)

  • Sheila Vasconcellos (ADILA)


14h40-15h00 - Intervalo*


15h00-16h00 - Painel 3 - Planos e estratégias para enfrentamento das DCNTs em 2020

  • 15h00-15h10 - Novas Campanhas ACT - Mônica Andreis (ACT Promoção da Saúde)

  • 15h10-15h25 - Prioridades no combate às DCNTs em 2020 na visão da OMS, anúncio de lançamento de materiais e estratégias engajando o Brasil - Guy Fones (GCM on NCDs, OMS)

  • 15h25-15h40 - Plano de Enfrentamento às DCNTs no Brasil: status da atualização e incorporação das prioridades levantadas pelo FórumDCNTs - Luciana Sardinha (SVS-MS)

  • Perguntas e respostas


16h00 - Encerramento



PALESTRANTES e FACILITADORES



Ann Aerts, MD (Novartis Foundation)

Graduada em Medicina pela Universidade Católica de Leuven (1989) e Doutorado em Saúde Pública pela Universidade Católica de Leuven (1996). Head da Novartis Foundation, onde é responsável por supervisionar todos os programas que exploram soluções inovadoras para os desafios globais da saúde. É membro da Broadband Commission for Sustainable Development (ITU/UNESCO) e também faz parte dos conselhos consultivos do Grupo Global de Saúde da Universidade da Califórnia, San Francisco e da Rede de Fundações da OCDE e do Conselho de Governadores do Banco de Tecnologia dos Países em Desenvolvimento.


Deborah Carvalho Malta, MD, MSc, PhD

(UFMG, GBD Brasil)

Professora Associada e pesquisadora da Escola de Enfermagem da UFMG. Possui Pós-Doutorado (Universidade Nova de Lisboa), Doutorado em Saúde Coletiva (Universidade Estadual de Campinas), Mestrado em Saúde Pública (UFMG), Graduação em Medicina (Universidade Federal de Juiz de Fora), residência médica em Pediatria e Medicina Social. Trabalhou como diretora do Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos Não Transmissíveis e Promoção da Saúde do Ministério da Saúde por 12 anos e coordenou inquéritos nacionais, como a Pesquisa Nacional de Saúde, o Vigitel, Pense e o Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das DCNT no Brasil, 2011- 2022. Coordena o Grupo de Pesquisa do GBD Brasil.


Edson Araújo, PhD (The World Bank)

Graduado em Economia pela Universidade Federal da Bahia (1999), Especialização em Economia da Saúde pela Universidade de York (2002) e Doutorado em Economia da Saúde pelo Institute for International Health and Development. É economista sênior na Prática Global de Saúde, Nutrição e População do Banco Mundial. Seu trabalho inclui a análise dos mercados de trabalho em saúde e as sinergias entre políticas de compensação e financiamento da saúde e a avaliação do desempenho e incentivos da força de trabalho em saúde. Antes de ingressar no Banco Mundial, trabalhou como economista da saúde na University College London (Reino Unido), no Ministério da Saúde do Brasil e na Universidade Federal da Bahia (Brasil).



Eduardo Marques Macário, MSc, PhD (Ministério da Saúde)

Graduado em Farmácia pela Universidade Federal de Pernambuco (1996), Mestrado em Saúde Pública pela FIOCRUZ/PE (2001) e Doutorado em Epidemiologia pela UFRGS (2013). Consultor técnico do Ministério da Saúde (de 2001-/2009), na gerência técnica do SINAN e na coordenação geral de doenças e agravos não transmissíveis. Desde 2010, atuou em saúde indígena da FUNASA e como coordenador do programa EPISUS na SVS/MS (2011-2012). Gerente de Doenças Imunopreveníveis e Imunização e Diretor de Vigilância Epidemiológica para o estado de Santa Catarina (2013-2018) e Gerente de Vigilância de IST, HIV/Aids e Hepatites Virais da SES/SC. É atualmente Diretor do Departamento de Análise em Saúde e Vigilância de Doenças não Transmissíveis.



Guy Fones, MBA (Organização Mundial da Saúde)

Graduado em Medicina pela Universidade de Medicina do Chile (1991), Especialização em nariz, orelha e garganta pela Universidade de Buenos Aires (2000) e Especialização em Gestão e Administração da Saúde pela Universidade do Chile (2006). Médico no Chile com 25 anos de experiência e realizações nos setores público, privado e global da saúde. Desde 2015, ocupa o cargo de Assessor da Secretaria do Mecanismo de Coordenação Global sobre Doenças Não Transmissíveis (GCM / NCD), na sede da OMS, onde também é Diretor.



Johannes Boch, MSc (Novartis Foundation)

Graduado em Psicologia pela Universidade de Fribourg (2009) e Mestrado em Psicologia pela Universidade de Porto (2011). É responsável por gerenciar áreas e programas estratégicos em DCNTs, DCV e saúde digital, trabalhar com organizações nacionais em programas estratégicos globais de saúde e realizar análises de sistemas de saúde e supervisionar avaliações de evidências do mundo real pela Novartis Foundation.



José Otávio Corrêa, MBA

(Abbott)

Bacharel em Administração de Empresas com MBA em Gestão Empresarial pela FGV, especialização em marketing pela ESPM e em Relações Governamentais pela Universidade de George Washington. Amplo conhecimento em Políticas Públicas, com mais de 25 anos de experiência na Indústria da Saúde. Trabalhou nas empresas Bayer, Schering AG, Sanofi-Aventis e Eurofarma em vendas, marketing, acesso ao mercado (público e privado) e, na Abbott desde 2012, como Diretor de Acesso e Negócios Institucionais no Brasil, e Diretor Global de Negócios Institucionais pela divisão Farmacêutica. Atualmente é responsável pela área de Relações Governamentais e Institucionais (Corporate) da Abbott Brasil, Paraguai e Bolívia.



Kátia de Pinho Campos, MHSc, MBA, PhD (OPAS/OMS)

Com sólida carreira em Saúde Pública, trabalhou no Brasil, Canadá, Chile, México, Tanzânia, Moçambique, Filipinas, China, Mongólia, Vietnã, Laos, em Promoção da Saúde, Doenças Crônicas Não Transmissíveis, Saúde Urbana, Prevenção de HIV/AIDS, entre outras áreas. Com Doutorado em Saúde Pública e Mestrado em Ciências da Saúde pela Universidade de Toronto (Canadá), e Mestrado em Administração de Empresas (MBA), Katia lidera a unidade de Determinantes da Saúde, Doenças Não Transmissíveis (DNTs) e Saúde Mental na Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS), onde é responsável pela gestão de projetos de cooperação técnica com o Ministério da Saúde do Brasil e Secretarias Estaduais de Saúde.


Lívia de Almeida Faller

(Ministério da Saúde)

Graduada em enfermagem. Especialista em Saúde da Família e Comunidade, em modalidade de residência. Tem experiência na área de Atenção Primária, Saúde da Família e Comunidade e Sistema Único de Saúde. Atualmente Diretora do Departamento de Promoção da Saúde integrado na Secretaria de Atenção Primária a Saúde do Ministério da Saúde.


Luciana Monteiro Vasconcelos Sardinha, MSc, PhD (Ministério da Saúde)

Graduada em Nutrição pela Universidade de Brasília, Especialização em Epidemiologia pela Universidade de Brasília e Especialização em Gestão Governamental pela UPIS, Mestrado em Saúde Pública pela Universidade de Brasília e Doutora em Epidemiologia pela Universidade de Brasília. Foi Consultora Nacional para doenças crônicas não transmissíveis da Organização PanAmericana de Saúde/Organização Mundial de Saúde e atualmente é Coordenadora Geral de Doenças e Agravos não Transmissíveis da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, atua também como professora titular do curso de medicina do UNICEUB na área de saúde pública do idoso.


Maria de Fatima Marinho de Souza, MD PhD (Vital Strategies)

Graduada em Medicina pela UFRJ, Mestre e Doutora em Medicina Preventiva/Epidemiologia pela USP. Foi Coordenadora Geral de Informações e Análise do Ministério da Saúde/Secretaria de Vigilância em Saúde (2005-2007), Coordenadora de Informações e Análise em Saúde da OPAS (2008-Set.2012) e Assessora responsável pelo Observatório Regional de Saúde da OPAS (Set.2012-Jan.2014). Foi Diretora do Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos Não Transmissíveis e Promoção da Saúde do Ministério da Saúde até o início de 2019. Professora convidada do Programa de Pós-Graduação do Departamento de Medicina Preventiva, Faculdade de Medicina da UFMG e do Instituto de Estudos Avançados da USP. Atualmente trabalha na Vital Strategies.


Mônica Andreis, MSc

(ACT Promoção da Saúde)

Psicóloga e Mestre em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo, Brasil. Especialista em Psicologia Hospitalar. Cofundadora e atual Diretora Executiva da ACT Promoção da Saúde, uma organização não-governamental sem fins lucrativos criada para apoiar a implementação da Convenção Quadro para o Controle do Tabaco da OMS. A ACT atua hoje com controle do tabaco, promoção da alimentação adequada e saudável, prevenção das doenças crônicas não transmissíveis e implementação dos objetivos de desenvolvimento sustentável. Membro da Diretoria da Framework Convention Alliance (FCA) de 2014 a 2016. Membro do Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para Agenda 2030 no Brasil.



Sheila Vasconcellos (ADILA)

Jornalista (UFRJ), em 2015 foi selecionada e premiada pelo programa Bakken Invitation por seu engajamento em trabalhos voluntários e advocacy em saúde. Experiência de participações em grupos e eventos da IAPO, Alianza Latina, ADJadvocacy, e como membro do Conselho Distrital de Saúde RJ. Atualmente, escreve matérias para a revista Momento Diabetes, administra o grupo do Facebook Diabetes: Ação Pró Insumos e as redes sociais e ações de advocacy da ADILA RJ - Associação de Diabetes do Rio de Janeiro (vice-presidente 2017-2019) - e participa do Comitê de Ética em Pesquisa do IEDE - Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia Luiz Capriglione, como representante do usuário.



Wellington Nogueira (Empreendedor Social)

Formado em Teatro Musical pela American Musical and Dramatic Academy (1987), Palhaço formado por John Towsen e Michael Christensene e formação em Desenvolvimento Humano pela Franklin Covey Institute (2015). Fundador da ONG Doutores da Alegria, organização pioneira no Brasil em levar alegria a crianças hospitalizadas através da arte do palhaço profissional, investiu em pesquisa para desvendar o impacto da alegria na adversidade da hospitalização e, a partir desse conhecimento gerado, organizou-o para disseminação.



Instituições participantes:


Abbott

Abrale/Abrasta

ACT Promoção da Saúde

ADJ Diabetes Brasil

Alianza Latina

Amigos Múltiplos pela Esclerose (AME)

Associação Brasileira de Estudo e Prevenção do Suicídio (ABEPS)

Associação Brasileira de Hipercolesterolemia Familiar (AHF)

Associação Crônicos do Dia a Dia

Associação de Diabetes do Rio de Janeiro (ADILA)

Associação Nacional de Atenção ao Diabetes e Federação Nacional de Associações e Entidades de Diabetes (ANAD/FENAD)

Associação Samaritano

AstraZeneca

Banco Mundial

Centro de Valorização da Vida (CVV)

Departamento de Análise em Saúde e Vigilância de Doenças Não Transmissíveis da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (DASNT/SVS/MS)

Doutores da Alegria

Espaço Ser

Grupo de Advocacy em Cardiovascular (GAD)

Instituto da Criança com Diabetes (ICD)

Instituto Contemplo

Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia

Instituto Desiderata

International Diabetes Federation (IDF)

Liga de Enfermagem na Atenção ao Diabetes (LEAD/EE/USP)

Medtronic

Merck

Novartis

Novartis Foundation

Novo Nordisk

Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS)

Organização Mundial da Saúde (OMS)

Pé de Feijão

Plan Evaluation

Rede Brasil AVC

Resmed

Roche

Sanofi

Secretaria da Atenção Primária a Saúde do Ministério da Saúde (SAPS/MS)

Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (SESAB)

Siemens Healthineers

Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH)

Todos Juntos Contra o Câncer

Turma do Bem

Vital Strategies

Viva com Epilepsia

Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Young Leaders in Diabetes - International Diabetes Federation

338 visualizações