• FórumDCNTs

Consulta Pública da OMS sobre Políticas para Proteger as Crianças Alimentos Prejudiciais - até 31/07

As crianças continuam a ser expostas a um poderoso marketing de alimentos em ambientes onde se reúnem (por exemplo, escolas, clubes esportivos), durante os horários típicos de televisão infantil ou em canais de televisão infantis, em espaços digitais populares entre os jovens e em revistas voltadas para crianças e adolescentes. Esse marketing de alimentos promove predominantemente opções menos saudáveis, como bebidas adoçadas com açúcar, chocolate e confeitos, e usa uma ampla variedade de estratégias de marketing que provavelmente atrairão crianças, incluindo endossos de celebridades/esportes, personagens promocionais, reivindicações de produtos, presentes/ incentivos, competições e jogos. Esse marketing molda negativamente as preferências e valores alimentares. Para enfrentar esse desafio e apoiar os Estados Membros no desenvolvimento de um ambiente alimentar propício para promover dietas saudáveis ​​e melhorar a nutrição, a Organização Mundial da Saúde (OMS) desenvolveu diretrizes baseadas em evidências sobre políticas para proteger as crianças do impacto nocivo do marketing de alimentos.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) está agora lançando uma consulta pública sobre seu projeto de diretriz. As recomendações do rascunho da diretriz foram formuladas com base em análises de todos os estudos científicos publicados sobre o impacto do marketing de alimentos nas crianças, o efeito das políticas para restringir o marketing de alimentos e bebidas não alcoólicas às quais as crianças estão expostas, na exposição ao marketing de alimentos e poder e suas associações com a saúde das crianças, comportamentos alimentares, atitudes e crenças relacionadas a alimentos, bem como de literatura publicada sobre fatores que impactam a implementação de restrições à comercialização de alimentos.

Quando finalizada, a diretriz fornecerá aos países recomendações sobre medidas para restringir a comercialização de alimentos a que as crianças estão expostas, incluindo elementos de formulação de políticas para melhorar a eficácia das medidas.


Para saber mais informações, acesse aqui.

Participe da consulta pública clicando aqui.


Inscreva-se aqui para o Webinar de Lançamento do Rascunho das Diretrizes.