top of page
  • FórumDCNTs

OMS lança conjunto de intervenções para ajudar países de baixa renda no combate às CCNTs

As condições/doenças crônicas não transmissíveis (CCNTs/DCNTs) são responsáveis por 74% de todas as mortes em todo o mundo, número equivalente à perda de 41 milhões de pessoas a cada ano. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que 3/4 dessas mortes ocorrem em países de baixa e média renda, e poucos estão no caminho certo para reduzir mortalidade prematura por CCNTs em um terço até 2030 e assim atingir a meta dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Por isso, a OMS desenvolveu um conjunto de intervenções para ajudar os países a combater os quatro grupos de CCNTs que causam a maioria das mortalidade prematura em países de baixa e média renda:

  • Doenças cardiovasculares (DCVs), responsáveis por 17,9 milhões de mortes;

  • Cânceres, por 9,3 milhões de mortes;

  • Doenças respiratórias crônicas, por 4,1 milhões de mortes;

  • Diabetes, por 2 milhões de mortes.

O documento inclui padrões e ferramentas para detecção e triagem, juntamente com tratamento e cuidados paliativos para CCNTs, conforme indicado nos pacotes técnicos da OMS, como o pacote de medicamentos essenciais não transmissíveis da OMS, intervenções de doenças para cuidados primários de saúde, pacote técnico HEARTS para o tratamento de doenças na atenção primária à saúde (APS) a fim de melhorar a saúde cardiovascular na prestação de cuidados primários.


Os países podem usar essa estrutura para fortalecer o monitoramento de CCNTs, aproveitando os sistemas nacionais de informações de saúde existentes, particularmente os sistemas de notificação de rotina das unidades de saúde e os sistemas de pesquisa das unidades de saúde.


Para baixar o arquivo, clique abaixo:

OMS_comunicacao_CCNTs
.pdf
Download PDF • 944KB

Fonte: OMS


bottom of page