• FórumDCNTs

OMS publica posicionamento sobre importância de otimizar a saúde do cérebro ao longo da vida

Em 9 de agosto, a OMS lançou um novo documento de posicionamento sobre a saúde do cérebro/neurológica. O artigo fornece uma estrutura para otimizar a saúde do cérebro/neurológica ao longo da vida, representando um complemento técnico ao plano de ação global intersetorial recentemente adotado sobre epilepsia e outros distúrbios neurológicos 2022-2031.


Muitos fatores são conhecidos por terem um impacto na saúde neurológica em diferentes fases da vida. Esses determinantes da saúde cerebral estão interconectados, podem atuar no nível individual e social e podem ser agrupados em cinco categorias maiores:

  1. Saúde física;

  2. Ambientes saudáveis;

  3. Segurança e proteção;

  4. Aprendizagem ao longo da vida e conexão social; e

  5. Acesso à serviços de qualidade.


Em contrapartida, o cérebro desempenha um papel importante, por exemplo, na regulação da saúde cardiovascular, endocrinológica e imunológica. Portanto, a saúde do cérebro é um determinante importante para outros resultados sociais e de saúde, e otimizar a saúde do cérebro deve ser uma prioridade política global muito além do setor de saúde.


O posicionamento demonstra a relevância de otimizar a saúde neurológica no contexto mais amplo da saúde pública e da sociedade, além de oferecer soluções políticas práticas e direções futuras para o campo, incluindo ações específicas para abordar os determinantes da saúde do cérebro/neurológica.


Acesse o documento aqui.


Fonte: Notícias da Organização Mundial da Saúde