top of page
  • FórumDCNTs

Relatório GT Obesidade - 11º Encontro do FórumDCNTs

Problemas prioritários identificados:


I. Capacitação limitada dos profissionais da saúde e formação insuficiente dos estudantes quanto a fisiopatologia, o diagnóstico, o manejo, o cuidado, o tratamento e reconhecimento da obesidade como uma doença crônica multifatorial tratável. (desde 2022, sem avanços)


II. Inexistência de participação e diálogo de indivíduos com sobrepeso e obesidade para a formulação de programas e políticas públicas pensando também nas desigualdades socioeconômicas. (desde 2022, sem avanços)


III. Deficiência na promoção e articulação de soluções integradas em políticas públicas e programas, para prevenir, tratar e monitorar a obesidade em todas as fases da vida, assim como de uma linha de cuidado abrangente, contemplando os diferentes momentos do cuidado à pessoa com obesidade. (desde 2022, com avanços, mas faltando escalar)


Planos dos participantes desta reunião para enfrentar os problemas prioritários identificados (próximos 6 meses)


1. Atualizar documentos, trazendo uma política pública mais ampla para prevenir, tratar e monitorar a obesidade em todas as fases da vida de acordo com o preconizado pelas resoluções da OMS.


2. Desenvolver e fortalecer parcerias, no desenvolvimento e execuções de ações para a redução da prevalência da obesidade.


3. Estimular o debate, junto à organização e pessoas de outras áreas, como a educação, sobre a necessidade de pautar as DCNTs, em especial a obesidade, na formação nos cursos de saúde


Nome das instituições e seus representantes na reunião em outubro:

  • Andrea Levy, Instituto Obesidade Brasil

  • Aparecida Virgínia, APAN

  • Denise Bueno, CGDANT/MS

  • Guilherme Nafalski, PBO/Instituto Cordial (Facilitador e Relator)

  • Tiago Lobo, Merk


Nome das instituições e seus representantes na reunião em setembro:

  • Matheus Chaluppe, USCS

  • Guilherme Nafalski, PBO/Instituto Cordial

Avanços alcançados através de membros deste GT e suas parcerias, durante o ano de 2022:

  • Desenvolver mais atividades para fortalecer a formação em obesidade, como o "Obesidade em Pauta”, do Instituto Obesidade Brasil. (Implementado e Finalizado com Sucesso e deverá ser replicado/escalado)

  • Construir novas articulações para soluções integradas das políticas públicas e dos programas para a Obesidade. (Implementado e Finalizado com Sucesso e deverá ser replicado/escalado)

bottom of page