top of page
  • Foto do escritorFórumDCNTs

Ministério da Saúde divulga o Vigitel 2006-2023: prática de atividade física

O Ministério da Saúde lança o "Vigitel 2006-2023: prática de atividade física", uma das séries de publicações atualizadas sobre o Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico, que promove uma visão abrangente e tendência de cada uma das temáticas abordadas em todas as suas 17 edições.


Foto: Divulgação

Nesta edição estão presentes as análises relacionadas à prática de atividade física, com a evolução anual dos indicadores, e conta com um infográfico acerca dos resultados obtidos através deste importante documento. Criado em 2006 pelo Ministério da Saúde, o Vigitel serve para monitorar os principais fatores de risco das condições crônicas não transmissíveis (CCNTs) e descrever como eles se distribuem na população.


Mais de 800 mil pessoas foram entrevistadas ao longo das 17 edições realizadas, espalhadas pelos 26 Estados brasileiros, mais o Distrito Federal. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda a prática regular de, pelo menos, 150 minutos de atividade física de intensidade moderada por semana, ou 75 minutos de atividade física de intensidade vigorosa por semana.


Conheça alguns dados importantes do Vigitel 2006-2023: prática de atividade física


Foto: Reprodução

De 2009 a 2023 cresceu o número de pessoas com 18 anos ou mais que praticam atividades físicas no tempo livre como caminhada, musculação, natação, artes marciais, corrida, ginástica, futebol, entre outras atividades, de 30,3% para 40,6%. Já o número de adultos que praticam atividade física no deslocamento ao trabalho, como andar de bicicleta, caiu com relação ao mesmo período, de 17% para 12%.


Como resultado animador da pesquisa, quase metade dos entrevistados em 2009 tinham prática insuficiente de atividade física, o que caiu 0,66% ao ano em 2023, de 48,3% para 37%. Entre as mulheres a redução foi ainda maior, de 56,3% para 43,1%, queda de 0,81% ao ano.


Porém, aumentou o número de pessoas que passam mais de três horas por dia assistindo à televisão, ou ousando computador, tablet e/ou smartphone. A porcentagem saltou de 61,7% em 2016 para 67% em 2023 e que reflete também as consequência da pandemia de COVID-19 nesse aumento do consumo.


Confira o infográfico com os principais dados da publicação Vigitel 2006-2023: prática de atividade física. Baixe aqui.


Confira o Vigitel 2006-2023: prática de atividade física. Clique aqui.



Comments


bottom of page