• FórumDCNTs

Diabetes: Necessidade Urgente de Melhorar Gestão e Resultados - 23/08

Objetivos:

  • Identificar barreiras que, mesmo após 100 anos de descoberta da insulina e disponibilidade no SUS, impedem melhoria dos resultados no país.

  • Alinhar saúde pública e suplementar a movimentos globais de acesso aos cuidados de qualidade, com a participação da sociedade civil, para melhoria significativa dos indicadores.

  • Engajar diferentes stakeholders para implementação de programas e políticas de saúde com potencial de reduzir o risco de diabetes e de suas custosas complicações.

Agenda:


16h00-16h20 – Abertura e Contextualização

  • Mark Barone, FórumDCNTs (Vídeo)

  • Simone Tcherniakovsky, Novo Nordisk (Vídeo)

  • Carlos Rotea Jr., ADJ Diabetes Brasil (Vídeo)


16h25-16h30 – Quais aspectos do Global Diabetes Compact da OMS devem ser priorizados para que o Brasil avance em suas metas? (Bent Lautrup-Nielsen, WDF) (Vídeo)


16h35-16h40 – Já incorporamos a insulina e outros medicamentos, e temos programas de prevenção de diabetes. Por que os indicadores ainda estão ruins? O que falta? (Karla Melo, SBD) (Vídeo)


16h45-16h50 – Quais ajustes são prioritários na Saúde Suplementar para melhorar resultados? (Kátia Audi, ANS) (Vídeo)


16h55-17h00 – Há o que fazer de imediato através da Atenção Primária? (Izabella Brito, SAPS/MS) (Vídeo)


17h05-17h35 – Debate – Quais ajustes priorizaremos para atingir as metas de diagnóstico, tratamento e controle globalmente propostas? (Moderação: Mark Barone, FórumDCNTs) (Vídeo)

  • Bent Lautrup-Nielsen, WDF

  • Carlos Rotea Jr., ADJ Diabetes Brasil

  • Izabella Brito, SAPS/MS

  • Karla Melo, SBD

  • Kátia Audi, ANS

  • Simone Tcherniakovsky, Novo Nordisk


Painelistas e Moderador:


Bent Lautrup-Nielsen

(World Diabetes Foundation)

Graduado na Universidade de Copenhagen. Vasta experiência internacional, atuando como Oficial de Logística na World Food Programme das Nações Unidas) e Consultor Sênior da World Diabetes Foundation. Atualmente é Diretor de Desenvolvimento Global e Advocacy da World Diabetes Foundation (WDF).


Carlos Rotea Jr.

(ADJ Diabetes Brasil)

Graduado em Gestão Estratégica de Negócios pela FGV, Pós-graduação Lato Sensu em Marketing pela ESPM, bacharelado em Química Tecnológica pelo Instituto de Física e Química de São Carlos USP. Possui mais de 20 anos de experiência profissional em Marketing e Vendas, atuando com planejamento e segmentação de mercado, lançamento e gestão de produtos, desenvolvimento e implantação de política comercial, e comercialização de produtos no mercado B2B. Diagnosticado com diabetes tipo 1 aos 6 anos de idade, em 1976, atualmente ocupa o cargo de Diretor de Advocacy da ADJ Diabetes Brasil.


Izabella Brito

(Ministério da Saúde)

Graduada pela Universidade Católica de Brasília. Possui especialização em Farmácia Clínica e Hospitalar. Atuou no programa de Saúde da Família e Comunidade da SES-DF, farmácias ambulatoriais básicas do DF, onde desenvolvia ações de assistência farmacêutica, farmácia clínica e educação em saúde. A nível de gestão desenvolveu ações na SES-DF, na Gerência de Saúde Prisional (GESSP) e Ministério da Saúde, na Secretaria de Atenção Primária à Saúde (SAPS) e participou da implementação do cuidado farmacêutico em Unidades Básicas de Saúde do DF, como tutora. Atualmente é Assessora Técnica na Coordenação Geral de Prevenção de Doenças Crônicas e Controle do Tabagismo na SAPS/MS.


Karla Melo, MD, PhD

(SBD)

Graduada em medicina, endocrinologista e PhD em Endocrinologia pela FMUSP. Ampla experiência em cargos executivos nos setores público, privado, terceiro setor e médica colaboradora da clínica de endocrinologia e diabetes do HC-FMUSP. Pública da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD). Idealizadora e co-fundadora do maior aplicativo brasileiro de monitoramento e manejo da glicemia, Glic e atualmente é Coordenadora do Departamento de Saúde Pública da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD).


Kátia Audi, MBA

(ANS)

Graduada em Saúde e Educação Físcia pela Universidade Gama Filho, especialista em Gestão Hospitalar e Psiquiatria Social pela Fundação Oswaldo Cruz e MBA em Gestão de Serviços de Saúde pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Mais de 20 anos na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) atualmente sendo a Coordenadora de Indução de Qualidade Setorial/COIME/GEEIQ/DIDES/ANS.


Simone Tcherniakovsky, MBA

(Novo Nordisk)

Graduada em Farmácia-Bioquímica pela USP, com especialização em Marketing pela ESPM e MBA pela Insper, possui longa carreira em empresas farmacêuticas e de saúde. Iniciou suas atividades em marketing de produtos e nos últimos 10 anos vem desenvolvendo grande experiência em políticas de saúde, comunicação, advocacy e acesso ao mercado. Histórico de sucesso no desenvolvimento e implementação de estratégias institucionais, governamentais e de negócios em diferentes áreas terapêuticas, assim como relações com imprensa, projetos de identidade corporativa e responsabilidade social. Foi responsável pelas áreas de comunicação e assuntos institucionais/governamentais em empresas como Baxter, Alexion Pharmaceuticals e desde 2015 na Novo Nordisk Farmacêutica.


Mark Barone, PhD

(FórumDCNTs)

Doutor em Fisiologia Humana pela USP, com pós-graduações em Educação em Diabetes e Comunicação e Marketing, e outras formações em Saúde Pública e Global. Desenvolve Programas e Pesquisas de Educação em Saúde, Advocacy e Saúde Coletiva. Foi Fellow do Programa Global Health Leaders do Public Health Institute, prestando serviço à Medtronic Foundation como Senior Global Technical Advisor (2016-2019). Em 2017 liderou a fundação do Fórum Intersetorial para Combate às DCNTs no Brasil (FórumDCNTs), do qual é Coordenador Geral. Vice-Presidente Global da Federação Internacional de Diabetes (IDF) e Membro do Departamento de Educação da SBD e da ADJ Diabetes Brasil, tem ampla experiência na facilitação de parcerias para a implementação, sustentabilidade e escala de programas e políticas de saúde.


Parceiros Institucionais

Parceiro Corporativo