• FórumDCNTs

Webinar Doenças Cardiovasculares: Soluções para Reduzir Custos e Preservar Vidas - 02/07

Objetivos:

  • Conhecer estratégias e diferenciais dos programas custo-efetivos para prevenção e controle de doenças cardiovasculares (DCV).

  • Potencializar a Atenção Primária da Saúde para prevenção, diagnóstico, monitoramento e tratamento oportuno das DCV.

  • Engajar os setores público, privado e terceiro setor para, através de esforços multissetoriais, implementar prontamente os modelos que comprovadamente reduzem custos e preservam vidas.


Agenda:


16h00-16h20 – Abertura e Contextualização

  • José Cristiano Soster, SESAB

  • Mark Barone, FórumDCNTs

  • Patrícia Carvalho, Abbott

16h25-16h30 – É possível prevenir e reduzir mortes por AVC através da Atenção Primária? Porto Alegre (Sheila Martins, Rede Brasil AVC e WSO)

16h35-16h40 – Diferenciais do Programa Cuidando de Todos, São Paulo (Márcia Lima, SMS-SP)

16h45-16h50 – Estratégias com maior impacto sobre saúde cardiovascular na Atenção Primária, Vitória da Conquista (Márcio Galvão, UFBA)

16h55-17h00 – Como a implementação dos pacotes Hearts, Shake, Replace e Safer permite que o Brasil reduza mortes por DCV? (Diogo Alves, OPAS/OMS)

17h05-17h10 – Planos do Ministério da Saúde para Implementação das Melhores Práticas para DCV na Atenção Primária (Em Breve)

17h15-17h45 – Debate – Compromisso de implementação sustentável e em escala, prevendo resultados concretos. (Moderação: Mark Barone, FórumDCNTs)

  • Diogo Alves, OPAS/OMS

  • José Cristiano Soster, SESAB

  • Márcia Lima, SMS-SP

  • Márcio Galvão, UFBA

  • Patrícia Carvalho, Abbott

  • Sheila Martins, Rede Brasil AVC e WSO

  • Em Breve


Painelistas e Moderador:


Diogo Alves, MSc

(OPAS/OMS)

Graduado em Relações Internacionais pela Universidade Estácio de Sá e Mestre em Direito das Relações Internacionais Atualmente. Atuou como Assessor de Assuntos Internacionais no Ministério da Saúde atuando na promoção de ações estratégicas internacionais, com articulação dos projetos de cooperação técnica e interlocução do Governo brasileiro com outros países em matéria de saúde glob é. Atualmente é Consultor Nacional da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS/OMS).


José Cristiano Soster

(SESAB - Secretaria da Saúde do Estado da Bahia)

Graduado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2001) e pós-graduado pela Escola de Saúde Pública do Rio Grande do Sul na modalidade de Residência Multidisciplinar Integrada com Ênfase em Saúde Coletiva. Atuou na Atenção e Gestão na Saúde Pública, Coordenação da Estratégia de Saúde da Família, Coordenador do Núcleo de Atenção Integral e posteriormente Diretor da Atenção Básica do Município de Santa Maria. Trabalhou na Gestão Estadual como Coordenador de Políticas de Saúde e atualmente é Diretor da Diretoria de Atenção Básica da Secretaria Estadual de Saúde da Bahia.


Márcia Lima

(Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo)

Graduada em Odontologia pela Universidade de São Paulo (USP) e especialista em Odontopediatria. Tem 45 anos de carreira na Prefeitura de São Paulo onde atuou como dentista, Gerente da UBS Vila Chabilândia, UBS Jardim São Pedro e UBS Itaquera, Assessora Técnica na Supervisão Técnica de Saúde Itaquera e Supervisora Técnica, fez parte da equipe de Saúde Bucal na Atenção Básica, Assessora do gabinete da Atenção Básica. Atualmente é Coordenadora da Atenção Básica na Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo.


Márcio Galvão, MSc, PhD

(UFBA)

Graduado em Farmácia (2001) pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), aperfeiçoamento em Farmácia Clínica (2001) pela Universidad de Chile, especialização em Assistência Farmacêutica (2004) pela UFBA, mestrado (2007) e doutorado (2012) em Medicina e Saúde também pela UFBA. Atualmente é professor adjunto IV de Farmácia Hospitalar e Farmácia Clínica, tutor do Programa de Residência Multiprofissional em Urgência do Instituto Multidisciplinar em Saúde IMS da UFBA e Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC) e professor permanente do Programa de Mestrado em Saúde Coletiva. Liderou o programa HealthRise em Vitória da Conquista, que reorganizou a Atenção Primária, melhorando bioindicadores das populações com diabetes e hipertensão.


Patrícia Carvalho, MBA

(Abbott)

Graduada em Biomedicina pela Universidade de Mogi das Cruzes com especialização em controle de infecção hospitalar na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e MBA em Gestão de Negócios na FIA. Atualmente é gerente de Marketing e Desenvolvimentos de novos Negócios América Latina e Canadá na Divisão de Diagnósticos Rápidos Cardiometabolicos da Abbott.


Sheila Martins, MD, MSc, PhD

(Rede Brasil AVC/WSO)

Graduada em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Residência Médica em Neurologia pelo Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Mestre em Medicina: Ciências Médicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Doutora em Neurologia pela Universidade Federal de São Paulo. Vasta experiência como médica Professora da Faculdade de Medicina e da Pós Graduação em Ciências Médicas da UFRGS, Coordenadora do Programa de Neurologia vascular do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Chefe do Serviço de Neurologia e Neurocirurgia do Hospital Moinhos de Vento e foi Presidente da Sociedade Iberoamericana de Enfermidades Cerebrovasculares. Atualmente é Presidente da Rede Brasil AVC e World Stroke Organization.


Mark Barone, PhD

(FórumDCNTs)

Doutor em Fisiologia Humana pela USP, com pós-graduações em Educação em Diabetes e Comunicação e Marketing, e outras formações em Saúde Pública e Global. Desenvolve Programas e Pesquisas de Educação em Saúde, Advocacy e Saúde Coletiva. Foi Fellow do Programa Global Health Leaders do Public Health Institute, prestando serviço à Medtronic Foundation como Senior Global Technical Advisor (2016-2019). Em 2017 liderou a fundação do Fórum Intersetorial para Combate às DCNTs no Brasil (FórumDCNTs), do qual é Coordenador Geral. Vice-Presidente Global da Federação Internacional de Diabetes (IDF) e Membro do Departamento de Educação da SBD e da ADJ Diabetes Brasil, tem ampla experiência na facilitação de parcerias para a implementação, sustentabilidade e escala de programas e políticas de saúde.


Parceiros Institucionais:

Parceiro Corporativo: