top of page
  • Foto do escritorFórumDCNTs

Projeto MOTIVE (Mobilidade Ativa entre Escolares) - Finalista Melhores Projetos FórumDCNTs 2023

Nome do Projeto: Projeto MOTIVE (Mobilidade Ativa entre Escolares) Responsável pelo projeto: Ricardo Brandão De Oliveira

Instituição: Laboratório de Vida Ativa - LaVA/UERJ

Contato: ricardobrandaorj@gmail.com

Instituições Parceiras UNEB, UFRN, UFRJ, COPPE-UFRJ, University of Otago, União de Ciclistas do Brasil, Aliança Contra o Tabagismo - ACT, Secretaria Municipal de Educação de VR e Secretaria Municipal de Esporte Lazer de Volta Redonda-RJ.

Sobre o Projeto

O objetivo do projeto é avaliar os fatores determinantes das escolhas modais de transporte para o eixo casa-escola-casa e a relação entre os modais utilizados com os níveis de atividade física e indicadores de saúde e obesidade infantil, desenvolvendo um plano de mobilidade ativa, sustentável e participativa, baseado nos impactos dos diferentes modais sobre o meio ambiente e a saúde, gerando impacto no SUS. O público alvo são estudantes da rede municipal de ensino, famílias e gestores públicos.


A implementação se dará em 4 fases: Seleção dos recortes amostrais de desenvolvimento do projeto, Mensurações das variáveis quantitativas e qualitativas com equipes de campo local, Análise descritiva e inferencial das variáveis e Plano de Mobilidade Sustentável e Saudável e Sistema de Informações Geográficas. Até o momento, já foram executadas as fases 1 e 2 e nos próximos 12 meses serão executadas as fases 3 e 4. O MOTIVE foi desenhado por meio de uma equipe composta por pesquisadores de diversos setores, sendo viabilizado por meio da SME, que permitiu acesso à rede municipal de ensino.

Após os 12 meses iniciais de execução, o projeto recebeu a avaliação e aprovação da comissão de acompanhamento do PPSUS – Programa de Pesquisa para o SUS - Gestão Compartilhada em Saúde, composta com membros da academia e da Secretaria Estadual de Saúde. Até o momento temos 8 escolas municipais envolvidas, 3440 estudantes, 53 professores capacitados. 91% das ações previstas até esta data foram executadas. Devido à urgência de agendas intersetoriais, como da promoção da atividade física, da mobilidade urbana sustentável (transportes ativos) e da elevada prevalência de obesidade infantil no Brasil. Espera-se através da produção de conhecimento, capacitação de RH, advocacy e engajamento da comunidade local, criar um modelo de intervenção ao nível municipal para a prevenção da obesidade infantil.


O presente projeto é financiado pela FAPERJ, Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro e Ministério da Saúde, através do edital PPSUS, 2020.


Saiba Mais


Comments


bottom of page